segunda-feira, 28 de junho de 2010

Disco do Dia e Jogo do Brasil

Mais um dia de Pachecos por todos os lados, mas sem problemas. Hoje assisti aos dois jogos, pelo menos acertei o resultado do jogo da Holanda e Eslováquia. Agora escreverei sobre um assunto "clichê": fico revoltado com todas as pedras que são arremessadas ao Galvão Bueno!



Muitos falam que assistem o jogo pela Globo, mas ouvem pelo rádio... vai pentear macaco! O Galvão é um gênio, passei a vida toda ouvindo e curtindo a sua narração. Ele fala algumas baboseiras, faz observações polêmicas, se enrola, mas ele tem o poder da narração. Ele nos consegue manter atentos por 2 horas, transforma jogos ou eventos esportivos sonolentos em grandes epopéias. O blog não é sobre futebol, mas esta mania "nacional" de satirizar o Galvão é só mais um Pachequismo... eu dou aula "dobrada", isto é, 3 horas seguidas... não é nada, mas nada fácil manter 30-40 alunos inspirados por 180 minutos!

Vamos ao que sempre nos interessa: MÚSICA!



Hoje ouvi umas 3 vezes o Superunknown do Soundgarden. Belo disco, mais de 70 minutos de boas músicas, uma fase madura do Soundgarden, depois do sujo Badmotorfinger (que é um petardo!!!). Sons mais soturnos como The Day I Tried to Live, Fell On Black Days e 4th of July contrastam com rápidas pancadas como Superunknown (minha favorita do disco), Head Down, Spoonman e Kickstand.



Até mesmo a "balada" Black Hole Sun merece destaque neste disco "deprimente" de 1994. Viviamos o auge do Nirvana, o disco veio pouco antes do suicídio do xarope do Kurt Cobain e por consequência o fim das grandes bandas ou inspirações para discos de quem se manteve vivo como o Pearl Jam.

Ouçam bem alto a sequência de 4 músicas (5, 6, 7 e 8):
Superunknown
Head Down
Black Hole Sun
Spoonman

jk



Um comentário:

  1. boa Kuhar!
    4 na sequencia avassaladoras!
    abs
    G.

    ResponderExcluir

Related Posts with Thumbnails